Click here for Myspace Layouts

Translate

Pesquisa personalizada

sábado, 27 de março de 2010

BANHO NO LEITO

Realizando práticas de higiene




Tipos:
1- Aspersão - banho de chuveiro;
2- Imersão - banho na banheira;
3- Ablução - jogando pequenas porções de água sobre o corpo;
4- No leito - usado para pacientes acamados em repouso absoluto.



• Banho no leito:

– É a higienização total ou parcial do corpo executada em pacientes acamados, impossibilitados de sairem do leito

– Um banho completo no leito limpa a pele, estimula a circulação, proporciona um exercício leve e promove conforto.

– O banho possibilita ao enfermeiro avaliar a condição da pele, a mobilidade articular e a força

muscular.

– O banho pode ser completo ou parcial.
 
 
Finalidades:

– Limpeza da pele;

– Estimular a circulação;

– Propiciar observação do estado da pele e geral;

– Proporcionar conforto físico e mental;

– Promover o relaxamento muscular;

– Aliviar a sensação de fadiga e desconforto da posição permanente e da umidade produzida pelo calor.


Material necessário

Jarro com água morna; balde
Roupa de uso pessoal; material para higiene oral
Luvas de banho;toalha
Desodorante;sabonete;cuba rim forrada com papel
Talco ou creme; roupa de cama
Pente;comadre ou papagaio
Saboneteira ou cuba rim;luvas de procedimento
Bacia;biombo

Técnica para o banho no leito

• Lavar as mãos;

• explicar o procedimento e finalidade ao paciente;

• fechar as portas e janelas;

• proteger com biombo a unidade;

• desocupar a mesa‐de‐cabeceira;

• reunir o material e colocá‐lo sobre a mesa‐de‐cabeceira;

• calçar luvas de procedimento;

• oferecer a comadre ao paciente;

• desprender a roupa de cama;

• colocar a roupa dobrada e na ordem em que vai ser usada, sobre o espaldar da cadeira aos pés da cama;

• fazer a higiene oral do paciente;


Material:

Escova de dente; dentifrício; copo descartável com água; toalha de rosto; cuba-rim; espátula; canudo s/n; lubrificante labial (vaselina); anti-septico oral (Cepacol); luva de procedimento; gaze.

Caso não tenha escova, utilizar uma espátula enrolada com gaze.

Procedimento (paciente com pouca limitação)

em posição de Fowler e com a cabeça lateralizada;

proteger o tórax com a toalha de rosto;

colocar a cuba-rim sob a bochecha;

solicitar para que abra a boca ou abri-la com auxíliio da espátula;

utilizar a escova com movimentos da raiz em direção à extremidade dos dentes. Fazer cerca de 6 a 10 movimentos em cada superfície dental, com pressão constante da escova;


repetir esse movimento na superfície vestibular e lingual, tracionando a língua com espátula protegida com gaze, s/n;

oferecer copo com água para enxaguar a boca;

utilizar canudo s/n.


Procedimento (paciente com prótese)

Solicitar que retire a prótese ou fazer por ele, utilizando a gaze;

Colocá-la na cuba rim;

Escovar a gengiva, palato e língua, se o paciente não puder fazê-lo;

Oferecê-la para que o paciente coloque-a ainda molhada.


• molhar a luva de banho;

• lavar os olhos, limpando do canto interno para o externo, usando uma parte diferente do pano de banho

para cada olho;

• ensaboar a luva de banho;

• lavar, enxaguar e enxugar o rosto, pescoço e orelhas;

• remover a camisola ou a camisa do pijama, mantendo o tórax protegido com o lençol;

• colocar a toalha sob o braço mais distante de você;

• lavar e enxaguar o braço com movimentos

colocar a mão do paciente na bacia, lavar e enxugar;

• repetir a mesma sequência para o outro braço e mão;

• colocar a toalha sobre o tórax e abdome do paciente, afastando o lençol até o púbis;

• erguer a toalha com uma das mãos e com a outra lavar e enxaguar o tórax e abdome com movimentos

circulares;

• enxugar a parte limpa e observar as condições da pele e mamas;

• cobrir com lençol o tórax e abdome, retirando a toalha;

• retirar a calça do pijama;

• colocar a toalha sob a perna mais distante de você;

• lavar e enxaguar a perna com movimentos longos e firmes do tornozelo à raiz da coxa;

• enxaguar a perna e a coxa;

• repetir a mesma sequência para a outra perna;

• colocar a toalha dobrada sob os pés do paciente;

• aproximar dos pés do paciente a bacia e cuba rim com sabonete;

• colocar um dos pés na bacia;

• lavar, enxaguar e enxugar o pé, principalmente nos espaços interdigitais, observando condições das unhas

e interdígitos;

• repetir a mesma sequência para o outro pé;

• Retirar a bacia e cuba rim da cama;

• virar o paciente em decúbito lateral, colocando a toalha sob suas costas e nádegas, mantendo‐o nesta

posição, se necessário, com auxílio de outra pessoa; lavar, enxaguar e massagear as costas, nádegas e cóccix do paciente;

• posicionar a comadre e virar o paciente em decúbito dorsal, fazendo‐o ficar com a genitália e períneo sobre a comadre;

• realizar higiene íntima do paciente (ver técnica de lavagem externa);

• proceder à arrumação da cama com paciente acamado;

• vestir o paciente;

• colocar o lençol de cima sobre o que está cobrindo o paciente e retirar o de baixo;

• deixar o lençol de cima solto, fazendo uma dobra sobre os pés;

• recompor a unidade;

• retirar as luvas;

• lavar as mãos;

• fazer as anotações no prontuário.
 
 
Fonte:
http://gerontologia.casas.blog.br/wp-content/uploads/2010/01/banho-na-cama.jpg
http://www.scribd.com/doc/3136779/tecnicas-de-enfermagem

5 comentários:

Anônimo disse...

ótima explicação,obrigada!

Natália Rodrigues disse...

eu adorei a explicação maravilhosa!!1 agraderço. Natália Rodrigues.

Anônimo disse...

Muito bom!sou estudante de curso técnico em Enfermagem e acho muito importante o auto-cuidado dado aos pacientes,conforto e segurança.

NILCELIA disse...

Me ajudou muito este trabalho. obg

Livros para viajar disse...

muito bom essa materia, tem tudo que eu precisava nela.

Política de privacidade

" O conteúdo das matérias desse portal é de caráter meramente ilustrativo e informativo. Nenhuma informação obtida a partir deste conteúdo , deverá substituir , do ponto de vista ético ou legal , a orientação de um médico ( ou de outro profissional da área da saúde ) , em relação aos aspéctos preventivos, diagnósticos e de tratamento , das diversas doenças ou condições clínicas " .

Não é finalidade deste portal a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico aos usuários, tarefa esta reservada unicamente ao seu respectivo médico de confiança, como também não é finalidade deste portal republicar artigos como sendo de minha própria autoria, ou mesmo para fins lucrativos, comerciais. Este site tem apenas a finalidade de transmitir informações interessantes a leigos e profissionais de saúde como forma de esclarecimento, dando sempre créditos aos seus autores, sem nenhum fins lucrativos.

Tenho referenciado todos os textos com autoria e fonte. Quando possível publico também o site e informações de contato do autor. Se você deseja usar algum texto publicado nesse portal, por favor, referencie. Informe com clareza a autoria e a fonte.






"O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza de seus sonhos..."

"Amar ao próximo é amar a si mesmo." Fonte: médicos sem fronteiras.


So Enfermagem

.
Márcia Florêncio. Tecnologia do Blogger.