Click here for Myspace Layouts

Translate

Pesquisa personalizada

terça-feira, 2 de novembro de 2010

ICTERÍCIA

Coloração amarelada da pela, membranas mucosas e olhos, causada por excesso de bilirrubina no sangue.

A icterícia é uma condição produzida quando quantidades excessivas de bilirrubina que circula na corrente sangüínea se dissolvem na gordura subcutânea (a camada de gordura que fica logo abaixo da pele), causando um aspecto amarelado na pele e conjuntiva ocular. Com exceção da icterícia fisiológica no recém-nascido (icterícia neonatal normal), todos os outros tipos de icterícia indicam sobrecarga ou dano ao fígado, ou incapacidade de transportar a bilirrubina desde o fígado por meio do trato biliar até o intestino.

A ICTERÍCIA NUM BEBÊ, CRIANÇA, OU ADULTO DEVE SEMPRE SER AVALIADA POR UM MÉDICO.

A icterícia neonatal é comum e, a menos que esteja associada com uma condição anormal, desaparece sem tratamento. Existe também uma outra condição, denominada síndrome de Gilbert, que é hereditária, na qual a icterícia leve se desenvolve em épocas de estresse. Esta condição, uma vez reconhecida, não requer tratamento ou avaliação posterior. Todos os demais tipos de icterícia são resultantes de uma doença, condição ou toxicidade subjacente.

A pele também pode ficar com uma cor amarelo-alaranjada, devido à ingestão excessiva de beta-caroteno, o pigmento laranja presente nas cenouras. As pessoas que consomem grandes quantidades de cenouras ou de suco de cenoura, ou que tomam comprimidos de beta-caroteno, podem desenvolver uma matiz claramente amarelo-alaranjada na pele. Esta condição é denominada hipercarotenemia ou apenas carotenemia. A hipercarotenemia é facilmente diferenciada da icterícia, uma vez que a conjuntiva ocular (esclera) permanece branca, enquanto pessoas brancas com a verdadeira icterícia têm a esclera amarela.


Causas comuns:


colestase induzida por drogas (acúmulo de bile na vesícula biliar por causa dos efeitos de drogas)

hepatite induzida por drogas (hepatite provocada por medicamentos, incluindo eritromicina, sulfas, antidepressivos, drogas anti-cancerígenas, Aldomet, rifampicina, esteróides, cloropropamida, tolbutamida, anticoncepcionais orais, testosterona e propiltiouracil)

carcinoma pancreático (câncer do pâncreas)

cirrose biliar primária

atresia biliar

icterícia hepatocelular isquêmica (icterícia causada pelo fluxo inadequado de oxigênio ou sangue para o fígado)

síndrome de Gilbert

síndrome de Dubin-Johnson

colestase intra-hepática da gestação (acúmulo de bile na vesícula biliar, por causa da pressão exercida no abdome, que ocorre com a gestação)

estreitamento biliar

icterícia neonatal

anemia hemolítica

distúrbios congênitos do metabolismo da bilirrubina

hepatite viral (hepatite A, hepatite B, hepatite C, hepatite D e hepatite E)

hepatite crônica ativa

hepatite auto-imune

obstrução dos ductos biliares (provocada por infecção, tumor ou cálculos biliares)

malária

Normalmente, a primeira parte do corpo que fica amarelada é a cabeça. A coloração se espalha de cima para baixo, tomando o tórax e, por fim, as pernas.

Se você suspeitar  faça um teste rápido: aperte levemente a testa ou a ponta do nariz . Se a região continuar branca, não há motivo para preocupar-se. Mas se ela apresentar um tom amarelo, pode estar ictérico. Esse teste pode ser feito com qualquer raça.

Obs.: Este problema pode ter outras causas. A lista não menciona todas elas, nem as cita em ordem de probabilidade. As causas desse sintoma podem incluir doenças pouco comuns e medicamentos. Além disso, as causas variam conforme a idade e sexo da pessoa afetada e os seguintes aspectos específicos dos sintomas: localização, característica, evolução, fatores agravantes, fatores atenuantes e queixas associadas. Utilize a opção Sintomas para explorar as explicações possíveis para a ocorrência deste distúrbio, seja isolado ou combinado com outros problemas.

Fonte:


Nenhum comentário:

Política de privacidade

" O conteúdo das matérias desse portal é de caráter meramente ilustrativo e informativo. Nenhuma informação obtida a partir deste conteúdo , deverá substituir , do ponto de vista ético ou legal , a orientação de um médico ( ou de outro profissional da área da saúde ) , em relação aos aspéctos preventivos, diagnósticos e de tratamento , das diversas doenças ou condições clínicas " .

Não é finalidade deste portal a análise, comentário ou emissão de qualquer tipo de diagnóstico aos usuários, tarefa esta reservada unicamente ao seu respectivo médico de confiança, como também não é finalidade deste portal republicar artigos como sendo de minha própria autoria, ou mesmo para fins lucrativos, comerciais. Este site tem apenas a finalidade de transmitir informações interessantes a leigos e profissionais de saúde como forma de esclarecimento, dando sempre créditos aos seus autores, sem nenhum fins lucrativos.

Tenho referenciado todos os textos com autoria e fonte. Quando possível publico também o site e informações de contato do autor. Se você deseja usar algum texto publicado nesse portal, por favor, referencie. Informe com clareza a autoria e a fonte.






"O futuro pertence aqueles que acreditam na beleza de seus sonhos..."

"Amar ao próximo é amar a si mesmo." Fonte: médicos sem fronteiras.


So Enfermagem

.
Márcia Florêncio. Tecnologia do Blogger.